quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Ciclo Fechado.


Minha mãe sempre me diz que é necessário fechar ciclos para que a vida possa continuar. Acho que estou nesse momento. Terminar uma etapa. Começar outra. Aí, hoje lá no trabalho vi uma frase que tem tudo a ver com a fase:
Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses. (Rubem Alves. ) Bem verdade que minha transformação não é nada silenciosa agora, mas acho que no final, vou olhar e perceber as várias nuances nas minhas asas.

Estamos na Lua Nova e, este novilúnio representa renascimento. Uau!!!

Sorte minha gente, sorte!!!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Mais uma vez

A Rainha de Paus emerge como arcano conselheiro para a sua vida neste momento, Juliana, sugerindo a necessidade de manutenção da fidelidade para com seus objetivos e ideais, por mais que todas as outras pessoas insistam para que você tome outros caminhos. A lealdade para consigo é condição fundamental para o sucesso neste momento. Persista e, por mais que você chegue a ter dúvidas de que irá conseguir, terminará obtendo o desejado – talvez não da maneira como você imaginava, mas de uma forma altamente satisfatória. Várias pessoas tentarão lhe convencer a abandonar seus caminhos, chamando de “tolice” os objetivos que você tem em mente. Ainda que você tenha de assumir uma postura não tão simpática, mantenha-se fiel ao seu desejo de alma.

Conselho: Manter a persistência é fundamental.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Muitos planos, mudanças e tudo mais. Até um tornozelo engessado para me deixar parada. Bom, bem que estava precisando de um pouquinho de descanso. Uns dias sem trabalho, reanimam os ânimos para conseguir chegar até o fim do ano. Oxalá!

domingo, 4 de outubro de 2009

Cabeça sã, afinal.

Peguei a estrada e fui. Vento na cara, destino de sossego, sol delicioso. Eu, a estrada e o som. Maravilha. Chegando lá, aconchego. Dos bons. Só a cama para descansar, o som dos pássaros e o relinchar dos cavalos. Semana que vem tem mais.
Chegando em Sâo Paulo, fui direto para lá, onde sempre é festa e a alegria é coisa que a gente sente no ar. Dancei. Vi todo mundo que dá saudade, abracei todos, dancei com alguns. Pulei, pulei e pulei. Cheguei a ficar vermelha de tanto que dancei. O cabelo encharcado de suor. Dei um oi para o mocinho que ainda está na barriga dela, e que já é tão querido. Muito amor para você Samuel. Que bom você nascer nessa família.

Merecido descanso. Valeu!!

domingo, 6 de setembro de 2009

Adaptação

De vez em quando, é preciso mudar o rumo da conversa.

A minha está mudando. E as vezes, muda tão rápido, que nem bem sei qual é a nova história. Tudo bem, adaptação faz bem, faz a gente crescer. O importante mesmo é a paz de deitar cabeça no travesseiro e poder sorrir no outro dia. É dar um suspiro aliviado por saber que o pior passou e que na minha casa agora, é ar leve e puro para se respirar.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Mico Total

Por que e como eu sempre consigo me superar nessa área??? Ai, ai,ai....

domingo, 30 de agosto de 2009

Sim, me apaixonei!

Não dava nada por ele. Nadinha de pitibiriba...Até que sem mais nem menos, sem uma razão aparente (como diz meu amigo), resolvi apostar. Deu certo. Pena que ele é um vampiro é é só na ficção. Aliás, vampiros nem poderiam viver aqui no Brasil. Faz muito sol. Assisti duas vezes fim de semana passada e esse domingo, depois de um cansativo fim de semana, necessitando de quietude, não resisti, fui a locadora e aluguei de novo. Sim, quero muito todos-os-livros. E tudo assim juntinho, porque estou louca para começar a ler. Ansiosa demais para saber se vai correr tudo bem e o vampiro lindo vai fcar com a mocinha indefesa. Lógico que vai. Mas, como eu sempre digo: o importante não é saber o final, é saber como as coisas aconteceram até chegar lá!
Podem dizer o que for, assisti, gostei e estou louca para assistir a estréia de Lua Nova.

domingo, 23 de agosto de 2009

Cota ultrapassada!!rsrsr

Assim ela já vai
Achar o cara que lhe queira
Como você não quis fazer

Sim, eu sei que ela só vai
Achar alguém pra vida inteira
Como você não quis

Tão fácil perceber
Que a sorte escolheu você
E você cego nem nota

Quando tudo ainda é nada
Quando o dia é madrugada
Você gastou sua cota

Eu não posso te ajudar
Esse caminho não há outro
Que por você faça

Eu queria insistir
Mas o caminho só existe
Quando você passa

Quando muito ainda pouco
Você quer infantil e louco
Um sol acima do sol

Mas quando sempre é sempre nunca
Quando ao lado ainda é muito mais longe
Que qualquer lugar

Se a sorte lhe sorriu
Porque não sorrir de volta
Você nunca olha a sua volta

Não quero estar sendo mal
Moralista ou banal
Aqui está o que me afligia

Sim, eu sei que ela só vai
Achar alguém pra vida inteira
Como você não quis

Samuel Rosa

domingo, 16 de agosto de 2009

Atravessando Agosto.

Para atravessar agosto é preciso antes de mais nada paciência e fé. Paciência para cruzar os dias sem se deixar esmagar por eles, mesmo que nada aconteça de mau; fé para estar seguro, o tempo todo, que chegará setembro- e também certa não-fé, para não ligar a mínima às negras lendas deste mês de cachorro louco.É preciso quem sabe ficar-se distraído, inconsciente de que é agosto, e só lembrar disso no momento de, por exemplo, assinar um cheque e precisar da data. Então dizer mentalmente ah!, escrever tanto de tanto de mil novecentos e tanto e ir em frente. Este é um ponto importante:ir, sobretudo, em frente.
(...) Para atravessar agosto ter um amor seria importante, mas se você não conseguiu, se avida não deu, ou ele partiu- sem o menor pudor, invente um.Pode ser Natália Lage, Antonio Banderas, Sharon Stone, Robocop, o carteiro, a caixa do banco, o seu dentista. emoto ou acessível, que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto, viajar por ilhas do Pacífico Sul, Grécia, Cancún ou Miami, ao gosto do freguês. Que se possa sonhar, isso é que conta, com mãos dadas, suspiros,
juras, projetos, abraços no convés à lua cheia, brilhos na costa ao longe. E beijos, muitos. Bem molhados.
Não lembrar dos que se foram, não desejar o que não se tem e talvez nem se terá, não discutir, nem vingar-se , e temperar tudo isso com chás, de preferência ingleses, cristais de gengibre, gotas de codeína, se a barra pesar, vinhos, conhaques-tudo isso ajuda a atravessar agosto.

Caio F.

Facilidade não é item de série

Hoje quando olho tudo ao meu redor, não sei se quero o que ficou para trás. De verdade. Não tenho saudade das lágrimas. Por isso não insisto, porque eu também não sei. Por outro lado, bom, sempre tem o outro lado. Que bom. Como diz a Adriana Falcão, indecisão é quando você quer uma coisa, mas acha que deveria querer outra. Sabe, tô bem, tô descobrindo uma Juliana que tinha se perdido de uns tempos para cá. É tão engraçado ouvir as pessoas dizendo: Nossa, essa é a Juliana que eu conheço! Você está muito mais espontânea, alegre...E na verdade, essa sou eu! Acho que na verdade, eu estava com saudades de mim. E isso muda tudo.

Lição para vida que acho que aprendi: Ser eu. Nunca me abandonar. Não mudar para tentar agradar o outro. Isso não dá certo.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

PUTA-QUE-PARIU

É a única coisa que consegue expressar um pouco daquilo tudo.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Provisório

Na alfabetização usamos muito o termo " verdades provisórias", quando a criança está em uma certa etapa da sua aprendizagem. Porém, me peguei pensando que na vida nós somos cheios de verdades provisórias e que na verdade, tudo isso faz parte de um aprendizado, para que mais tarde, você descubra qual era a verdade naquele todo que a gente aprende durante a vida.

Hoje eu quero o abraço apertado e o beijo despretencioso. Porque hoje, eu não quero ter pretensão sobre o que será o amanhã. Hoje!
Hoje eu quero sair com a minha jangada pro mar, sem saber quantos peixes vou pescar. Quero remar sem ter nenhuma obrigação de qualquer coisa. Quero ver a lua cheia bonita que está nos céus por esses dias, beijar o mar. Quero me ver voar, sem ter onde chegar.

Lá antes..

Hoje durante a reunião lá na escola, pediram para que a gente visualizasse um quadro e como se fosse um sonho, entrasse nele. Entrei no meu. Me emocionei. E aí, senti falta.
Senti falta dos quadros que eu pintava, das danças, nem sempre dignas de um ballet que eu dançava, das corridas no quintal cheio de sabão para escorregar. Falta de contar moedinhas com a turma para comprar esfihas em frente a igreja. Falta do jeito adolescente e despretencioso. Falta de dormir um em cima do outro, porque só eles eram o conforto do chão encarpetado de lá. Sim, a turma era grande e unida. De repente virou tudo muito institucionalizado, todo mundo cresceu e as coisas mudaram. Eu sei, a vida é assim, e a gente sente falta do que passou sim, mas sei que o que vem por aí também é muito bom. É só que hoje me deu vontade de lembrar.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Tudo está em calma

Tô bem, para falar a verdade, muito bem. Tô como aquela música da Zélia.

Calma
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure
Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu

Porque entre tanto Big Bang somos um grão de sal no mar do céu...

Bonita né!?

Minha madrinha lua
Traz um amor pra mim
Bem depressinha agora
Oh madrinha
Traz um amor pra mim
Minha madrinha lua
Você também não namora
Anda assim como eu
Oh madrinha
Ando sozinha agora

Rosinha de Valença

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Atchim!!

E aí, vou trabalhar na sexta ou não??? Essa gripe suína me deixa sem saber. To querendo muito ficar mais uma semaninha em casa....rsrsrsrs

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Que dor!

Alguém sabe que diabos a gente faz para passar rápido a dor de um torcicolo?? Tô que-não-aguento-mais. Acordei mau-humorada hoje. Nada de muito grave. É sabido que sou boa de humor, mesmo pela manhã. Mas hoje, não teve jeito não. Acordei com a sensação de não ter dormido direito e com essa dor no corpo que não passou até agora. E olha que já passou da meia-noite.
Ainda por cima, ligações que exigiam tempo, conversa e paciência, muita. Não queria. Não seria bom.
O dia não foi de todo ruim. Não, não foi. Fui jantar com a Van. No japa!! Hummm. Demos boas risadas, como sempre. Esqueci um pouco da dor e atualizamos as fofocas. Ê coisa boa!! Valeu mesmo!!!

sábado, 25 de julho de 2009

Adolescência.

Última semana de férias. Puxa, como passou rápido. Fui para o sítio, para as Cataratas, passeei por aqui, cinema, descansei, mas queria mais.
Voltando do cinema outro dia com minha mãe, ela foi me falando de " códigos" nas placas de carros da época em que ela era adolescente. Vamos lá! Há, mas olha só vale no fim ou no começo da placa, no meio não. Coisa de adolescente...rsrsr
00 -surpresa
11 -encontro com ele
22 -encontro com ela
33 -beijo
44 -confirmação da placa anterior
55 -querem roubar seu namorado
66 -alegria
77 -tristeza
88 -amor
99- azar

Hoje, dia bom para ficar em casa. Frio danado. Cobertor de orelha seria bem-vindo nessa hora. kkkkk Saí, para almoço familiar. Valeu a pena, mas continuo com frio.
.
Meu quarto tá aguado. O cano do vizinho quebrou e entra água no meu quarto. Dia desses, vou precisar de um bote. Exagero.
.
Queria sair. Ir num barzinho, conversar um pouco, dar uma risada aqui, outra lá, comer uns petisquinhos. Durante a semana, que é para comemorar minha última semana de férias! Mas não no frio. Bom, vou lá curtir um filminho que tô batendo ponto na locadora nesses tempos friorentos.
.
Quero mudar. E olha, que elas estão vindo por aí. Dá-lhe!

Deslumbrante!


Como disse, a foto!! Lindo, muito lindo mesmo!

sábado, 18 de julho de 2009

Sem palavras

Foi tudo muito legal!!! Me diverti a valer, como diria a Paula!
Como era eu que estava viajando e ainda por cima sozinha, lógico que alguma coisa tinha que acontecer! Bom, na noite anterior a viagem, coloquei a máquina da Gabi para carregar...fui embora e esqueci a bateria carregando!!! E o pior, só me dei conta lá em Foz! Aí, fiquei esperando o dia do passeio no Paraguai para comprar outra! Até lá, comprei aqueles vídeos caríssimos que vendem como souvenir para ter a imagem das Cataratas Brasileiras! Sim, porque quando fui no lado Argentino, já estava com a bateria comprada! Ufa!
E o Paraguai??? Gente, que bagunça é aquela??? E os caras andam todos armados.... que medo. A Itaipu não tem nada de tão especial. Na verdade, fiquei um pouco triste de ver o quanto eles desmataram para construir a usina.
Conheci um monte de gente. Belgas, canadenses e japonesas. Os mais legais foram os canadenses, conversei um monte. ( É, tive de tirar o pó do meu inglês, mas deu tudo certo..)Vi rio, mato, rio, mato e rio de novo, imagens de cinema. Parecia uma aventura na selva. Vi tucano, lagarto, pássaros muito diferentes e quati aos montes! E não se enganem, eles tem carinha de bonzinho, mas são muito bravos, atacaram a Chika!
Ri muito, me diverti a valer, fiz um pouco de confusão, nada fora do normal!
As fotos? Bem, eu comprei a bateria que já acabou, e o carregador ficou na casa do meu pai. Assim que eu pegar, posto as fotos aqui!
Beijos!!!

sábado, 4 de julho de 2009

Sorriso matinal


Essa semana recebi uma notícia muito legal e nem tô acreditando!!! Uau, vai ser o máximo e, como diz a música: (...) mas a vida, bota pra ferver!!!! Já estou me preparando e estou super ansiosa, depois conto os detalhes!!!
.
.
Hoje estava dormindo e como é sábado, iria dormir até mais tarde, até que de repente...
Era uma visita, daquelas que faz o coração saltar pela boca. Fiquei muito feliz, mesmo que tenha me acordado. Tomamos café da manhã e depois ela foi embora, rapidinho... Adoro ela. Sempre chega de surpresa, sempre tem um abraço gostoso, sempre com pressa, mas tudo bem, adoro mesmo assim!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Enfim...

Férias!!!!! Oba!!

domingo, 28 de junho de 2009

Para o Rafa!!!


Com a filha de João
Antônio ia se casar
Mas Pedro fugiu com a noiva
Na hora de ir pr'o altar....

quinta-feira, 25 de junho de 2009

É brega, mas é lindo!!! rsrsrsrs

O meu sangue ferve por você....

Atravesso


"Há um tempo em que é preciso abandonar as
roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo,
e esquecer os nossos caminhos, que nos levam
sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia:
e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado,
para sempre, à margem de nós mesmos".

terça-feira, 23 de junho de 2009

Não sei


O que é justo e o que não é? Não sei. Não sei mesmo que fazer...

domingo, 21 de junho de 2009

Sonho


Hoje eu sonhei com os aqueles passos perfeitamente retos, calçados numa sapatilha com fita de cetim nova e bem amarrada com um laço lindo. Vinham em minha direção, um pé na frente do outro. Eu dançava e girava e nenhum movimento era tão perfeito como no sonho.
Sei que o médico disse que eu nunca mais poderia dançar. Também sei que não sou mais tão novinha para entrar em uma academia. Minha sapatilha já está velha, e de tanto dançar, já adquiriu alguns rasgos. Minha roupa de ballet, está guardada, quase como um segredo. Mas, como se pode pedir a uma passarinho que não voe? A música entra, os passos vem e já não sou mais eu. Sou a dança, o movimento, os passos.
Você nunca me viu dançar. Não sabe como é. Não sabe como é poder voar sem tirar os pés do chão.
Que me seja permitido sonhar com a dança e até com Juilliard School.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Grito para ver se calo

Raiva. Muita raiva de mim mesma. Vontade de jogar todas as coisas na parede e gritar para o mundo todo ouvir e a raiva passar. Muita vontade de chorar compulsivamente. Eu disse, disse que senti que algo estava acontecendo e estava. Vontade de fazer todos aqueles esportes radicais tudo-de-uma-vez-só para ver se o grito lava a alma, se o susto me acalma e coração batendo rápido, faça o meu se acalmar. Necessidade.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Cruzo os dedos e como pão de Santo Antônio!rsrs

Entre os dias 16/06 (Ontem) e 19/06, Sol e Lua estarão em harmonia nas casas 7 e 5 do seu mapa astrológico, Juliana. Este ciclo favorece muito a sua vida afetiva, e possivelmente estes serão dias românticos e prazerosos. Procure dar vazão ao seu lado lúdico, e divirta-se sem culpa! Este pode ser um maravilhoso momento de complementaridade, em que surge alguém com as peças que faltavam para você montar um quebra-cabeça. Se você estiver namorando, trata-se de uma excepcional fase para dinamizar o relacionamento, mas se estiver só não seria estranho se aparecesse aquele "alguém especial". Este é um ciclo de extroversão, comunicação e bons relacionamentos, tudo depende apenas de uma atitude positiva de sua parte!

Dá-lhe Personare




Abrindo-se a novas oportunidades

O 7 de Ouros emerge do Tarot como arcano de aconselhamento para você neste momento, Juliana, sugerindo que neste momento é preciso que você reconheça que a vida é muito mais ampla do que muitas vezes percebemos. Muitas vezes nos limitamos indevidamente, achando que nossas opções são restritas, quando estamos redondamente enganados, ignorando a extensão de nossas reais possibilidades. Enfiamos na cabeça que queremos uma coisa, mas não nos damos conta de que há outras tantas muito melhores ao redor. Procure olhar com mais atenção ao seu redor e você enxergará possibilidades e portas que não havia reparado antes.

Conselho: Olhar pro lado é descobrir o ouro oculto!

terça-feira, 16 de junho de 2009

Sabe lá..

Tudo muito sem lugar certo, mas com muita vontade de que tudo se encaixe da melhor forma! Dá até aquele sentimento como se alguma coisa estivesse perto de acontecer. Como no livro que estou lendo, onde os amigos sentem o que acontece com o outro.

Ilusión

Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi
Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella no supe que hacer
y se me fue
Porque la deje
¿ Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de ser la feliz

Julieta Venegas e Marisa Monte

domingo, 31 de maio de 2009

Adoro a propaganda...

A gente acerta porque se permite errar. As vezes, a gente ganha e às vezes, a gente perde sendo assim. O importante mesmo, é que a gente é feliz sendo assim!

Sou eu!!

sábado, 30 de maio de 2009

Cansada!

Cansada demais. Fim de projeto, minha cama coberta por cartolinas, minha cabeça cheia de coisas para escrever e alguns relatórios para fazer. Não vejo a hora de chegarem as férias. Ufa!!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Amanheci


Hoje eu amanheci assim, leve.

sábado, 16 de maio de 2009

No e-mail

Depois de mil segredos sobre mulher, tem esse aqui que posso mostrar:

Príncipe encantado que nada... Bom mesmo é o lobo-mau!!
Que te ouve melhor...
Que te vê melhor...
E ainda quer te comer!!!

Para descontrair um pouco...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Você não ouviu a Jú?

O Eric, um dos meus alunos.Ouvinte das histórias encenadas pela professora: eu.
Essa semana, contei a história do João Bobo e numa parte da história, peguei a agulha e um pouquinho de palha e disse que agulha no palheiro não se acha nunca. Mas era tão pouquinha palha que daria para ver de longe...Disfarçadamente, mas nem tanto, peguei a agulha de volta. Terminei de contar a história e como sempre, todos foram pegar os fantoches,os chapéus e tudo mais que uso para encenar... De repente, o Rafa vem procurar a agulha. O Eric: Xi Rafa não dá não, você não ouviu o que a Jú disse? Agulha no palheiro, a gente não acha nunca....
Fofo né!!??

domingo, 10 de maio de 2009

No chuveiro

É só desafinando e errando que pode-se ter o som, para fazer a música da vida afinada.

Ser inteiro. Ser metade.

Faz tempo que não escrevo. Não por falta de novidades, mas sim por não saber o que se passava dentro de mim. Não sei bem se já sei o que se passa, mas pelo menos sei o que não se passa.
Passei um tempo de total desespero e choros amedrontados por uma coisa que no final, deveria trazer felicidade. Não era momento certo, só isso. Meus cabelos caíram aos montes e ainda não se recuperaram do susto. Meu corpo tremia só de pensar em ir ao médico de novo. Medo, muito medo. Me senti estranhamente sozinha, mesmo com pessoas importantes ao meu lado. É que eu acho que certas horas, a gente precisa do apoio daquela pessoa. Me senti andando numa noite escura e fria sem saber para onde ir. Dormir, era uma coisa que não acontecia direito. Felizmente, tudo não passou de um grande susto. E todos os sentimentos parecem ter se acalmado.
Decidi algumas coisas para mim. Fiz um reforma nos conceitos e não sei se está pronta. Acho que certas coisas nunca estão prontas. Algumas vezes me sinto corajosa, com vontade de jogar tudo para o alto. Algumas vezes, não.
Outro dia, vim no ônibus com uma antiga amiga me dizendo sobre os seus planos de casamento para o ano que vem. Tive vontade de chorar. Não porque os meus planos não deram certo, mas por perceber que aquilo que um dia foi meu sonho, hoje é uma coisa que quero distância. Pelo menos, por enquanto.
Gosto de viver, de não me arrepender do que não fiz. Gosto de sentir o sangue pulsar e a alma sorrir. É verdade que quebro a cara e quebro feio. Tenho medo não, me apavora mais a idéia de não ter tentado e me arrepender depois. Me descontruo para contruir depois. Sou insistente.
Podem perguntar: e isso tudo te leva a que? Me levam a uma vida inteira. Me leva a me conhecer mais. Me leva a sentimentos que eu não tinha experimentado, me leva a aprender. Já me disseram que sou estranha e por mais complicado que isso possa parecer, foi um elogio. Não é estranheza, é intensidade.
Numa conversa à beira da piscina, me disseram: Eu amo, mas com reservas porque quando eu sofro, eu não sofro tanto. Mas que coisa é essa?? Não se doa demais por medo de cair? E isso, eu lhe pergunto, te leva a que? Poupar sofrimento?? Pode ser, mas poupa também sentimentos maravilhosos que você só saberia se tivesse se doado de verdade. Coração de pedra. Quero um de carne.
Isso não é uma postagem triste, talvez um tanto nostálgica, mas é mais feliz, é mais inteira.

sábado, 25 de abril de 2009

Filme da tarde

E no final, o que a gente pode fazer é ficar com aqueles que a gente ama, torcer por um pouco de sorte e que faça bom tempo.

O dia não tem 24 horas

Algumas vezes os dias parecem ter mais de 24horas e as semanas mais de sete dias. É angustiante a espera por uma resposta que pode mudar sua vida. É angustiante saber que estará sozinha, salvo pelos amigos de sempre.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Feliz Páscoa!!!

Adoro a época da Páscoa. Para falar a bem da verdade, gosto de todas essas datas comemorativas, incluindo o dia da primavera. Mas a Páscoa, tem aqueles montes de ovos, um mais bonito que o outro. E o cheiro?? Humm, adoro o cheiro do chocolate. Ganhei presentinhos de Páscoa dos meus alunos. Adorei!!! Humm, ganhei uma caixa de trufas deliciosas, dá água na boca só de pensar. Pena que acabou. E essa é a parte ruim, sempre fico com um tantinho de dó de comer os docinhos.
E hoje a sexta-feira não teve nada de santa. Minha mãe levantou todo mundo e colocou a casa de cabeça para baixo. Fiquei responsável por limpar minha área. Que como fica fora da casa principal, já ganhei o apelido de vizinha!!rsrsrs Ai como cansa. Levanta móvel, passa aspirador, aff...Bem que a Paula podia ter vindo aqui dar uma forcinha...rsrsr
De qualquer forma, ainda é feriado! Oba!!!
Boa Páscoa para todos com muito chocolate!!!!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

...

Algumas pessoas me perguntam como é que eu consigo me concentrar quando há tanto barulho em volta. Chegam a dizer até que é um dom. Mal sabem elas que o barulho maior é o que vem daqui de dentro.

terça-feira, 31 de março de 2009

Tinta


Sou feita de tinta:

A cada suspiro uma cor, mas minha alma é transparente.

Medo

Tô com muito medo do que ganhei e se ganhei. Tô com medo do que posso ter perdido.

sábado, 28 de março de 2009

Dá-lhe Personare


9 de Paus

Economizando energias

O 9 de Paus como arcano de conselho para este momento da sua vida recomenda muita economia de forças neste momento, Juliana. Evite se desgastar com problemas que aparecem, imprevistos, não lute contra o obstáculo que ora se impõe. Apenas aquiete a alma e espere que o problema passe por si só. As complicações que surgiram ou surgirão não lhe impedem de obter aquilo que almeja. O que ocorrem são atrasos, empecilhos. Se você se dispuser a tentar e a persistir bastante, obterá a vitória. Apenas aguarde o momento certo. Disciplina, firmeza moral e persistência são as qualidades indispensáveis neste momento. Cultive-as e você perceberá que pode encontrar grande felicidade na espera.

Conselho: Pra que se desgastar? Sente-se e aguarde o momento propício.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Mudança

As coisas mudam. Sempre.

sábado, 21 de março de 2009

A última da noite porque o dia já foi longo.

Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura.

Metade

Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito, a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que amo seja pra sempre amada mesmo que distante
Porque metade de mim é partida, a outra metade é saudade.
Que as palavras que falo não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço, a outra metade é o que calo.
Que a minha vontade de ir embora se transforme na calma e paz que mereço
Que a tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso, a outra metade um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste
E o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso que me lembro ter dado na infância
Porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria pra me fazer aquietar o espírito
E que o seu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo, a outra metade é cansaço.
Que a arte me aponte uma resposta mesmo que ela mesma não saiba
E que ninguém a tente complicar, pois é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia a outra metade é canção.
Que a minha loucura seja perdoada porque metade de mim é amor
e a outra metade também.

Oswaldo Montenegro

Porque eu gosto de rosas


Eu gosto de me vestir de flor. Só para variar.

quarta-feira, 18 de março de 2009

;)

Vivo inventando motivos para que o encanto nunca termine...Não suportaria viver sem a magia.

Águas de Março


São as águas de março fechando o verão
É promessa de vida pro meu coração....
.
.
E que chuva! Hoje, cheguei em casa parecendo um pintinho molhado....

quarta-feira, 11 de março de 2009

Fé se não tem, a gente inventa!

Eu sou filha da vontade.
Pé no chão. Só um.
Vontade de cantar para o mundo tudo o que eu não temo.
Vou pra onde existe paixão. Sou movida pelo embalo de uma noite, um sol escaldante da manhã ou o batuque de um tambor qualquer
Porque eu gosto do que é vivo
Eu sou as duas faces de uma moeda só
Hoje estou feliz. Um dia choro, me quebro e desfaço, no outro, acordo sorriso e vontade de abraçar o mundo.
Assim,
eu vou.

Quintal de felicidades

terça-feira, 10 de março de 2009

Coisa boa


Hoje eu vi uma enorme revoada de pássaros.
Vi também uma borboleta pousada sobre o vidro secando suas asas.
E era meio dia. E era São Paulo.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Quarto novo!

Meu quarto ficou pronto! Tá tão lindo, fiquei tão feliz...

Saudade

De repente vem uma saudade danada bater no meu peito..

domingo, 8 de março de 2009

Feliz dia das Mulheres!


Parabéns!! A nós que amamos, mesmo sabendo que algumas vezes eles não merecem, que choramos quando recebemos uma surpresa. A nós, que sabemos que braços são feitos para abraçar e fazemos isso milhares de vezes. A nós, que sorrimos de graça e temos a gargalhada como nossa aliada! A nós, que somos feitas de estrogênio e progesterona, que ficamos irritadas e carentes alguns dias do mês. ( E que depois que passa ficamos um tanto arrependida do que fizemos nesse meio tempo)Enfim, a nós que somos sensíveis sim e que mostramos ao mundo a beleza de ser mulher. Feliz dia das mulheres!

sábado, 7 de março de 2009

Momento Rubem Alves

"Amar é ter um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássado no dedo sabe que a qualquer momento ele pode voar." Voou.

Carta

" Lhe escrevo a fim de tentar demonstrar todo o apreço que tenho por você. O verdadeiro valor dos fenômenos se encontra não no tempo que duram e sim na intensidade em que ocorrem. Prezo por você um carinho imensurável.
Garantias não posso dar-te além de que, enquanto houver benefícios a serem colhidos deste maravilhoso enlace, haverá par; quando não mais puder desfrutar da deliciosa alegria a que me acomete, então nada mais restará além das doces lembranças de felicidades a dois.
Nada mais peço que o afago constante da tua lembrança e, a cada vez que me encontrar, sorria! Ah! Quero também o calor do abraço da despedida, e que isto sempre independa da quaisquuer fatores externos.
Seu olhar desmonta até a mais determinada argumentação quando, mesmo em silêncio, faz o que quer de mim. As vezes, fala por falar. O essencial que transcende todo o entendimento é percebido pelos sentidos e, assim, permite uma perfeita comunicação para além das palavras.
Cabe apenas a você a responsabilidade em ser feliz. Colha os benefícios, desfrute das alegrias e responsabilize-se pelas consequências. Muitos notam as falhas, poucos veêm as soluções, porém raros aqueles que aceitam as fatalidades com serenidade e, até mesmo daí, colhem benefícios.
Cabe-me apenas explicitar o quão grato sou pelos momentos que tem me proporcionado até agora. Muito obrigado.
Continuarei regando e cultivando nossa amizade e espero que, independente de onde quer que a estrada nos leve, mesmo caso em caminhos diferentes, possamos sempre, e antes de tudo, sermos bons e confiáveis amigos.

Serenamente,
... "

quarta-feira, 4 de março de 2009

Amar é...


Chegaram!!!! Elas chegaram!!! As nove figurinhas que faltavam para eu completar meu álbum chegaram! Agora sim consigo terminar. Se alguém quiser trocar figurinhas, tenho um montão.
Tenho que começar a procurar outro álbum. Alguém tem uma boa idéia de um álbum?

segunda-feira, 2 de março de 2009

Ainda sonho com o meu


Porque às vezes é nossa melhor companhia.

Não aguento mais esse calor!


Que calor é esse? Não consegui dormir a noite inteira por conta do calor e de quebra ganhei uma gripe e uma dor de garganta!!!
Esse fim de semana fui no Wetn Wild, foi ótimo!!!Piscina o dia inteiro e boa companhia.
Queria um pouquinho de frio ou um pouco de chuva, só para refrescar...
.
.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Eu quero voar.


Algumas coisas acontecem e a gente leva um baque tão grande que mais parece um soco na boca do estômago. Socos daqueles demorados a passar. E é aí que você aprende, infelizmente algumas coisas a gente só aprende sofrendo. E aí, o que fica depois disso?
Você se descobre um pouco mais e descobre que aquilo que era prioridade não tem mais tanta importância. As pessoas mudam. Eu também. Descobre que alguns valores ficam ali intactos e outros não. Como disse alguém: " mantenha seus princípios firmes como uma rocha, quanto ao resto, negocie". É isso que comunguei nos últimos tempos comigo mesma.

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Sol no rosto


Aonde quer que o caminho me leve
O Sol acompanhará meu rosto através da janela
como uma pipa amarrada pela esperança.

foto: pablo gamba

Sobre a noite

não é difícil congelar a cena,
quando podemos cruzar o cenário
e costurar uma estrela:
pequeno botão que fecha a noite
antes do dia se abrir

Rita Apoena

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Tem que ter


Tem que ter bola na rede para dizer que é gol.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Rodinha nos pés


Ufa.. esse fim de semana foi corrido. Sexta, saí com a Paula,o Gé, o Dú e mais umas pessoas que não lembro o nome. Vesti uma camiseta azul-feinha e fui lá ver a banda tocar. A baladinha foi até às 4 da matina. Pois é, 4 da matina. E eu não sabia voltar para casa e fiquei esperando o Gé sair para poder me deixar em algum lugar que eu conhecia. Tudo correu muito bem. Só que, no dia anterior a Aline marcou de vir aqui em casa, mas eu achei que ela fosse furar. Resultado: as 8:30 da manhã eu estava de pé tomando café com ela.(Ali, adorei o café, pena que foi corrido.) Detalhe: eu cheguei aqui em casa às 5.. Zumbi.rsrs Aí, o Rafa que carinhosamente nos chamamos de " maninha" e " maninho" ( pois é Ruth, o Rafa de Bauru!)veio para São Paulo, e só ficaria aqui até às 13hrs. Saí do café e fui almoçar. Assim mesmo, uma refeição emendada na outra. Adorei ver o Rafa, a gente só se vê devezemnunca. Almoçamos no Morumbi e demos risadas, conversamos bastante sobre tudo e contamos as mudanças nas vidas! Ele voltou para Bauru e eu fui atrás de presente. Comprei umas coisinhas aqui, um perfuminho para mim ali e deu tudo certo.
Como estou de mudança, fui na casa do meu pai pegar uma parte das coisas.Com o carro lotado, descarreguei tudo aqui.
- Jú, você pode vir buscar a Fê para levá-la na casa dela?
- Posso.
Fui lá, peguei a Fê. Levei. Trouxe o Gabri de volta. Voltei para minha casa. Capotei.
Domingo, levei o Gabri para a festa. Gente, não é profissão de motorista não, é que ele está com o braço quebrado e vida social é coisa importante aqui para gente! Eu e a Gabi fomos dar uma volta no shopping. De novo. No mesmo lugar. Necessito de lençóis novos. Comprei. Entramos no Tok & Stok. Que loja é aquela!? Amo, amo e amo. Pena que tudo lá é caro, mas é tão lindo....
Voltamos. Dormi.
Segunda de manhã minha tia Marli vem tomar café da manhã aqui. Há muito tempo que não a via, estava com saudades. Foi bom. Ela trouxe pão quentinho daquela padaria que adoro e rosca de coco. Hummm. Enfim, trabalho. Correria ontem também, afinal segunda é dia de reunião.
Hoje, tudo amanheceu mais calmo. Mas amanhã, promete.

Ufa, já tô cansada de novo!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Sou de verdade. A minha.



A minha verdade passa pelo juízo que me falta, pelo sorriso largo, pelos sorvetes com danette, pelas costas molhadas, pelo chocolate dividido ao meio. Passa pelo encantamento que eu tenho ao ver a lua toda exibida no céu. A verdade, de verdade passa por você. E por mim.
Aos que me acham que me mostro demasiadamente: só quem se mostra, se encontra. Por mais que se perca no caminho. Eu quero me achar, estou disposta a passar pela vida sabendo que fiz tudo o que pude, porque não quero chegar velhinha e dizer: podia ter feito isso. Quero viver, com todas as implicações da palavra.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Solidão é uma ilha com saudade de barco


Os dias tem sido frios ultimamente, pelo menos aqui dentro.

...

Facilidade é um dos itens faltantes na minha vida.

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Reformas e antigas pessoas

A gente tá lá sem mais nem menos, pensando só em como se manter em pé no meio daquele monte de gente apertada na perua e de repente encontra uma pessoa que a gente não vê há muitos e muitos anos. Muito bom!

E aqui tá tudo em reforma. Móveis, parede e tudo virado para cima. O sofá novo chegou, o problema é que ele é grande e está tampando uma parte da janela e agora vai ter que mudar tudo outra vez para ver como pode ficar melhor. Eu não acho nada,nem cremes ( aqueles que comprei semana passada), nem roupa, nem nada, está cada coisa em um lugar. Não vejo a hora de descer para meu novo quarto. Bom, a porta e o guarda-roupa já estão lá. Falta só todo o resto.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Tão necessário ser criança



Hoje tive adaptação. Uma portuguesinha linda que eu não entendi quase nada do que ela dizia. 3 anos e só. Brincamos de " encondidas" e pega-pega. Não satisfeita, fui levá-la no lugar mais legal da escola: o terreno. Digo mais legal porque tem árvores, brinquedos de madeira, um escorregador enooorme e um trepa-trepa gigante. Aí, fui descer o tal escorregador com ela. Uma vez, duas, três, quatro vezes. Estávamos nos divertindo, pena que começou a chover. Aí, fui dar uma olhadinha na bermuda que eu estava. Ela ficou marrom. Lá tem muita terra, e fiquei toda suja. Peguei o trem e andei na rua toda suja, parecendo uma moleca! Há, tudo bem, foi divertido.
.
Essa noite passada tive um sonho muito ruim e acordei bem triste. Tudo misturado, uma bagunça só. O que os psicólogos chamam de "condensado". Ainda bem que o dia correu. Logo cedo, teve banho de esguicho e muito beijinho. Estava precisando. Essas crianças são um presente. Amanheci arrasada por conta do sonho e vou dormir com o peito cheio das molecagens de hoje.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Eita segunda-feira!

Primeiro dia de aula das crianças. Adorei meus novos alunos e já adicionei algumas novas paixões pelos pequeninos. Tanto de uma, quanto da outra escola. O dia correu tudo bem até que a noite, durante a reunião começam todos os celulares tocarem preocupadíssimos com a gente. A Giovanni Gronchi, rua de uma das escolas estava cheio de policiais com troca de tiro, cachorro latindo, bomba estourando, gente morrendo, batendo o carro com medo de levar um tiro. Uma loucura só! Todo mundo ficou trancafiado na escola esperando a poeira baixar. Imagina a situação: um monte de mulher à noite, com medo de sair na rua. Foi assustador!
Passado isso, desço a rua a pé e me para uma cara do lado dizendo " Oi". Eu devo ter dado um pulo de uns três metros de altura, tamanho o susto que levei.
- Me desculpa, não queria te assustar.
- Cara, você tá louco?

Ai, cada coisa que me acontece. E hoje é só segunda-feira....

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Há, Bendito Bar!

Eu fiz meu dia de princesa. Na sexta, deu aquela chuva, mesmo assim fui comprar umas coisinhas. Na sábado, fui na depilação, manicure, fiz tudo que tinha direito. Adorei. Fui na farmácia comprei um monte de cremes, anti-acne, antiidade, hidradante, espumante. Delícia!!!! Me cuidar é bom demais!
Sábado a noite, como já dizia a música do Cidade Negra, " tudo pode rolar". Há, Bendito....voltaremos lá mais vezes.

Eu sei que eu sou bonita e gostosa
E sei que você me olha e me quer
Eu sou uma fera de pele macia
Cuidado, garoto, eu sou perigosa

Eu tenho um veneno no doce da boca
Eu tenho um demônio guardado no peito
Eu tenho uma faca no brilho dos olhos
Eu tenho uma louca dentro de mim

Eu posso te dar um pouco de fogo
Eu posso prender, você meu escravo
Eu faço você feliz e sem medo
Eu vou fazer você ficar louco
Muito louco, muito louco
Dentro de mim

- As frenéticas-



quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Chega sexta, chega!

Hoje eu podia falar de muitas coisas: do sorriso bonito na moça no retrovisor do ônibus, do sotaque engraçado que ouvi, da perua apertada, de como eu estou cansada, da reunião de pais de amanhã e de todas essas cotidianices. Mas o que eu quero mesmo é que a sexta chegue logo. Precisamente sexta, às 18:30h. Torcida gente. O fim de semana tá chegando!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Coisa colorida



Já estou cansada e ainda tem toda a outra metade da semana. Em cada escola é um jeito diferente de se alfabetizar, uma assim, outra assada. Tô ficando meio maluca com todas essas palavras girando à minha volta. E a vida fica assim: das 8 às 18 só no blá blá blá para decidir o que fazer nesse novo ano. E eu, que não estou decidindo nada ultimamente, fico só olhando essa infinidade de letrinhas andando para lá e para cá. Me desejem sorte. Para as crianças também.
.

Ontem teve conversas, risadas e " baques". Me perguntaram uma coisa que de fato ainda não tinha parado para pensar: Você está preparada para ser amiga? A resposta é que na verdade não sei. Estranho isso. Como alguém pode não estar preparada para a amizade? Amizade é coisa bonita, é forte, é para a vida inteira. É feita de flores, balões coloridos e brincadeira de criança. Tem gosto de algodão-doce. Quem não quer?

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Interação Social

Eu no ônibus com o livro.
- Oi moça, posso ver a capa do seu livro?
- Pode.
- Você conhece a autora? Eu já fiz curso com ela. A Renata ( autora) vai lá na Amazônia descobrir as brincadeiras dos índios.
- Que bom.
- Prazer, eu me chamo Fernando. Você trabalha aqui perto?
- Eu, Juliana. Tchau, preciso descer.

Não é questão de antipatia, eu precisava mesmo descer.

Alguns sonhos são feitos de areia.



Um mês. É esse o tanto de tempo que me falta o sorriso espontâneo e o abraço apertado.

O anel que tu me deste
era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas...não tinhas.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Sítio

Nossa, eu acho que nunca cantei tanta música brega na minha vida inteira. Vocês estavam inspirados..rsrsrs Adorei, foi muito divertido, mesmo com o braço da Aninha machucado e a gente com frio.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

A menina que roubava livros, roubou algumas lágrimas também.


A gente começa a ler um livro e começa a viver uma história e participar tão indiscretamente da vida daqueles personagens. Como em nossas vidas, as histórias tem partes boas e ruins. Tem horas que as páginas se arrastam e tem horas que você queria saber ler mais rápido para saber o que acontece depois. Assim foi com " A menina que roubava livros". Vou sentir saudades da Liesel, do Rudy, do Max, do Hans e de tantos outros personagens que permeiam essa história que se passa em meio à guerra. Deu uma pontinha de tristeza quando acabei o livro. Agora, é começar outro.
.

Hoje teve palestra lá na escola. Gabriel Perissé. Alto, magro, cabelos e olhos escuros, cheirava bem e vestia uma camisa social curta azul, combinando com o tom branco de sua pele. Gentil, ele discursava sobre os assuntos da pegagogia do encontro e tudo mais. Disse muita coisa boa e umas que tocaram lá no fundo. Falava sobre o mundo e a loucura dele, sobre a confusão que a expressão liberdade traz hoje, sobre encontros e possibilidades, espaço, medo, educação e manipulação. Contou um conto que em hora propícia escrevo aqui. Hoje, gostaria de deixar duas coisas que ele disse e eu ampliei.
" Conversando a gente se entende. É dilacerante, vergonhoso e extremamente amedrontador, se mostrar inteiro com defeitos, qualidades, medos e desejos. É difícil e da mesma forma sofredora que o outro o faz. Apesar de tudo isso, é a única forma de nos entendermos, nos mostrando de verdade. "
" Uma pessoa abandonada a si mesma, não sabe o que fazer. A gente só se preocupa com alguma coisa, quando a necessidade é notada".

Apesar das utopias, é necessário acreditar. Sempre.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Corrente do bem.

É preciso ajudar em algo importante. Em algo que faça diferença. Algo que é realmente difícil para você, só assim tem sentido.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Só para ilustrar

Blá blá blá


O dia hoje começou cedo, bem cedo. 5:15 da manhã, lá estava eu, com os olhos abertos para o primeiro dia numa nova escola. Nenhuma grande novidade, afinal, semana de planejamento, é aquela bendita semana onde muito se fala e depois pouca coisa se aplica. Enfim, acreditemos sempre!!
O dia hoje estava frio e chuvoso. Apesar da distância, fiz o caminho de trem e foi rapidinho... A bolha que fiz no meu pé estava bem dolorida, mas andei numa boa. Também descobri os caminhos para ir para a outra escola sem problemas.
Há, pintei as unhas como uma cor bonita: framboesa com sei lá o que, ficou bonita, cor de coração. Depois mostro para vocês.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

E que a estrada nos leve para um bom caminho



A tarde de ontem trouxe uma boa conversa necessária à minha vida. Foi muito bom conversar com ele. Contar das coisas e dos causos. Foi uma tarde muito gostosa em companhia de um ótimo amigo. Tomar sorvete e apostar uma pequena corridinha, da qual, dessa vez, não fui campeã. Espero que isso se repita muitas outras vezes, pois tenho saudade das conversas e das risadas e dessas coisas de amigos , não posso abrir mão. É uma questão de lealdade comigo mesma. Obrigada pela sinceridade e que continuemos sendo mesmo grandes amigos que sempre fomos.
.
.
Passado esse episódio bom, cheguei em casa e recebi a resposta do meu exame. Lá dizia: Ovário direito não encontrado. Ai meu Deus, onde foi parar meu ovário?? Quando souber, aviso.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

...


Porque apesar de cão, ele era um gato.

Bethovem e Eu.


Ele era lindo. Quando pequeno, as orelhas eram maiores que ele e quando bebia água, elas ficavam pingando o excesso. Corria o mundo em 5 segundos e quando escapava voltava com o bife de alguém pela rua afora. Adorava dormir na sua caixa de papelão e quando era pequeno comeu todos os meus bichos de pelúcia. Brincava de pega-pega, de correr atrás da garrafa pet e também sentava ao meu lado quando estava triste. Me escutava por horas. Saia aliviada da nossa conversa mesmo sem ter dito nada. Brigava quando minha mãe queria bater no meu irmão. E ao contrário do que dizem a respeito da raça, ele era um fofo. Máquina fotográfica era uma delícia para ele, posava sem dificuldade. Na cozinha, dançava comigo no colo e no almoço sentava perto sem fazer bagunça. E como foi dito no filme Marley e Eu, o que fazia dele o melhor cachorro do mundo é que ele me amou todos os dias, sem reservas. Ele era um carrochor especial, extraordinário. Saudades do Beto. Saudade imensa.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Impulso vital


Fugir não resolve nada. Vai passar, você sabe que vai. Talvez não amanhã, mas um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso ás vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento você se supreenderá pensando algo assim como "estou contente outra vez ".
- Caio Abreu-
.
.
Asas são dadas a quem sabe voar.
.
.

Palavras, só palavras.


No Natal, ganhei um livro lindo, lindo chamado Princesas, adorei. Ganhei de uma pessoa muito especial e que apesar das confusões que o rodeiam, sei que me quer bem. Eu também por essa pessoa tenho carinho. Mesmo que às vezes, o vulcão que tenho dentro de mim sobressaia.
O livro tem muitas frases bem bonitinhas.
" Palavras doces, palavras loucas, palavras muitas, palavras poucas, palavras quentes, palavrões, palavras murchas, palavras pequerruchas. As palavras viajam e quando voltam a gente não entende mais".

sábado, 17 de janeiro de 2009

Porque a indiferença machuca. E muito.


Ninguém tem o direito de machucar ninguém assim desse jeito. Chega a ser desumano, sem compaixão e com a frieza da indiferença que mata por dentro toda a coisa boa que um dia aconteceu. Egoismo demais falar " não estou preparado para isso". Você não está preparado? E eu, estava? Não. Essas coisas não vem com manual de curso preparatório. Vontade de dizer bem
umas verdades entaladas aqui dentro. Verdade que você não está preparado para ouvir e também não quer saber. Verdade também que meu medo de te machucar é maior. Eu não deveria ter medo de machucar. Afinal, sua indiferença também me machuca e isso não muda nada. Saiba: você não tem esse direito de machucar. Você teve meu coração na mão, me mostrei de alma nua para você. A resposta não pode ser: não estou preparado; isso é estranho; preciso pensar. Não pode. É maldade.

.

Amigos se cuidam.

.



sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Amigo é assim, faz pagar mico e tá tudo bem


Paula. Obrigada pela amizade e micos. Adoro você!

Quem vai se molhar é você


No meu guarda-chuva não te levo mais.

- Paula Lima -

Di quinta


Com a menina bonita fui sambar
sem samba no pé, fui tentar.
Deu certo, até que gostei,
pena que não sabia cantar.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Praia,amigos e tudo mais


Férias. Poderia escrever um monte de coisas aqui porque essas férias foram mesmo um refrigério. E a minha definição de refrigério é um ventinho gostoso no coração apertado da gente. Pensei muito. Em muitas coisas. E também resolvi não pensar em nada em alguns momentos. Sentava na praia e lia o livro de 400 páginas que estou adorando. A quem interessar: A menina que roubava livros.
Nessas férias, também resolvi voltar a fazer um diário. Escrever sempre me ajudou a esclarescer meus pensamentos. Me ajuda também a ver que o tempo resolve as coisas. O meu maior problema é esperar esse tempo chegar. Ansio por uma resolução rápida e por uma cicatrização instantânea, mesmo sabendo da impossibilidade desses fatos. Faço o possível, porque no fundo, sempre acho que enfrentando é que se resolve as coisas. Amuar- se, nunca resolveu problema de ninguém.
Recebi também algumas visitas aqui na minha nova casa que me deixaram surpresas. Gente que não via há muitos anos e que passou aqui, só para me ver. Também visitei pessoas que não via há muito tempo e que sentia muita saudade. Pessoas que me falaram coisas que eu sempre quis ouvir. Demorou, mas ouvi no momento em que eu me senti mais lá para baixo. Foi bom ver minha bola levantar de novo.
Esse tempo todo percebi o quanto meus amigos são cada vez mais fundamentais para minha sobrevivência. Sem exageros. Foram eles que vieram até aqui ( e olha que aqui é longe), seguraram na minha mão, me emprestaram ombros e me fizeram rir. Obrigado a vocês: Phill, Aninha e Will. Me levaram para tomar sorvete e me fizeram ficar numa praça até meus dedos congelarem! rsrsrs

Nessas férias, chorei, sofri e ri muito. Vivi!
"Estou preparada para quebrar a minha cara, porque eu posso ser louca, boba e infantil, mas eu não sou medíocre." Tati Bernardi

domingo, 4 de janeiro de 2009

Corazón Partio


Ontem fui ao Rey Castro. Já fazia um tempão que queria dançar " la música caribena". Salsa, merengue e tantas outras que não tinha dançado nunca. Adorei. Dancei muito, aprendi a dança ( mais ou menos né!? porque não se aprende essas danças tão rápido assim) e fiquei encabulada algumas vezes com a própria dança. Quero voltar logo, quem sabe.. Dá próxima vez, já vou saber dançar um pouquinho mais. A outra casa é Azucar, logo farei minha estréia lá também. Me aguardem!! rsrs Quem quiser se divertir, que venha!


Quién me va a entregar sus emociones
quien me va a pedir que nunca la abandone
quien me tapará esta noche si hace frio
quien me va a curar el corazón partio
quien llenará de primaveras este Enero
y bajará la luna para que juguemos,
dime si tú te vas dime cariño mio
quien me va a curar el corazón partío
Sheyla - Corazón Partio

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Coisas de orkut

O sucesso não é o final e o fracasso não é fatal. O que conta é a coragem para seguir em frente.

Porque é necessário parar de chorar.


Vestirei a fantasia que quiser, serei princesa, bruxa, guerreira, feiticeira... Mas não deixarei escapar o que me faz quem sou. Amarei como sempre, aos montes, pintarei os dias com cores, das mais alegres, buscarei sempre os caminhos dos sorrisos e dos abraços.
A vida corre com sede de chegar e eu acompanho, correndo atrás.

- Quintal de felicidades -